E-mail

contato@salvemariaimaculada.com.br

Orações

Oração de uma esposa e mãe à Santíssima Virgem

Ó Maria! Virgem Puríssima e sem mácula, Casta Esposa de São José, Mãe terníssima de Jesus, perfeito modelo das esposas e das mães, cheia de respeito e de confiança, a Vós recorro e com os sentimentos da veneração, a mais profunda, me prostro a vossos pés, e imploro o vosso socorro Vede, ó Puríssima Maria, vede as minhas necessidades, e as da minha família, atendei aos desejos do meu coração, pois é ao vosso tão terno e tão bom, que os entrego.

Espero que, pela vossa intercessão, alcançarei de Jesus a graça de cumprir, como devo, as obrigações de esposa e de mãe. Alcançai-me o santo temor de Deus, o amor do trabalho e das boas obras, das coisas santas e da oração, a doçura, a paciência, a sabedoria, enfim todas as virtudes que o Apóstolo recomenda às mulheres cristãs, e que fazem a felicidade e ornamento das famílias.

Ensinai-me a honrar meu marido, como Vós honrastes a São José, e como a Igreja honra a Jesus Cristo; que ele ache em mim a esposa segundo o seu coração; que a união santa, que contraímos sobre a terra, subsista eternamente no Céu. Protegei meu marido, dirigi-o no caminho do bem e da justiça; pois tão cara como a minha me é a sua felicidade. Encomendo também ao vosso materno coração os meus pobres filhos. Sede a sua Mãe, inclinai o seu coração à piedade; não permitais que se afastem do caminho da virtude, tornai-os felizes, e fazei com que depois da nossa morte se lembrem de seu pai e de sua mãe e roguem a Deus por eles; honrando a sua memória com as suas virtudes.

Terna Mãe, tornai-os piedosos, caritativos e sempre bons cristãos; para que a sua vida, cheia de boas obras, seja coroada por uma santa morte. Fazei, ó Maria! com que um dia nos achemos reunidos no Céu, a ali possamos contemplar a vossa glória, celebrar os vossos benefícios, gozar de vosso amor e louvar eternamente o vosso amado Filho, Jesus Cristo, Senhor nosso. Amém

Orações

Oração a Sant’Ana pela preservação dos filhos.

Gloriosa Sant’Ana, protetora dasfamílias cristãs, a ti encomendo meus filhos Sei que os recebi de Deus e que a Deus eles pertencem. Portanto te rogo que me concedas a graça de aceitar o que a Divina Providência dispuser para eles.

Abençoa-os, ó misericordiosa Sant’Ana, e toma-os debaixo de tua proteção. Não te peço para eles privilégios excepcionais. Somente desejo consagrar-te suas almas e seus corpos, para que os preserves de todo mal. A ti confio suas necessidades temporais e sua salvação eterna.

Imprime em seus corações, minha boa Sant’Ana, horror ao pecado, afasta-os do vício, reserva-os da corrupção, conserva em suas almas a Fé, a retidão e os sentimentos cristãos, e ensina-os a amar a Deus sobre todas as coisas, como ensinaste à tua puríssima Filha, a imaculada Virgem Maria.

Sant’Ana, tu que foste espelho de paciência, concede-me a virtude de sofrer com paciência e amor as dificuldades que se apresentem na educação de meus filhos. Para eles e para mim, peço tua bênção, ó bondosa mãe celestial.

Que sempre te honremos, como a Jesus e a Maria, que vivamos conforme a vontade de Deus e que depois desta vida encontremos a bem-aventurança na outra, reunindo-nos contigo na  glória por toda a eternidade.

Assim seja.

Artigos

Recorrer a Santíssima Virgem!

Um anjo disse à Santa Brígida: “Não há ninguém que reze a Maria sem receber da sua caridade algum favor”.

Maria Santíssima revelou à- Santa Brígida: “A Mãe a vista do filho exposto ao fogo inimigo, põe tudo em obra para o tirar desse perigo. Assim faço e hei de fazer sempre para todos os pecadores que implorarem a Minha misericórdia; assim para com todos os meus filhos, por maiores pecadores que sejam, conquanto recorram a Mim para obterem o Meu socorro. Sou a Rainha do Céu e a Mãe de Misericórdia, a Alegria dos Justos e a porta por onde penetram no céu os pecadores.

Dos pecadores mais afastados de Deus e possuídos pelo demônio, foge imediatamente o inimigo, logo que eis invocam em seu auxílio, com verdadeira vontade de emendar-se, os dois poderosíssimos nomes de Jesus e Maria.

Não há na terra pecador tão empedernido, que invocando meu nome com a boa vontade de se converter, não force o demônio a fugir logo. Todos os demônios tremem diante do meu nome. Só ao ouvirem esta palavra; Maria, logo são forçados a largar a alma que já segurava em suas garras.

De quaisquer pecados que o homem seja culpado, se vem a Mim com verdadeiro arrependimento, apresso-me sempre a recebê-lo. Não examino. se está carregada de pecados, mas somente se com boa vontade se apresenta, então não desdenho tratar-lhe e curar-lhe as chagas: porque me proclamam, e realmente Sou, A Mãe de Misericórdia.

Eu Sou a porta aberta dos pecadores para irem a Deus. Eu Sou a Mãe de todos os pecadores que se querem corrigir. Não há em todo o mundo um só homem assaz maldito por causa de seus pecados, que não tenha parte na minha misericórdia.

Enquanto não se está definitivamente condenado, nenhum homem está de tal sorte rejeitado por Deus, que não se possa realmente volver para Deus e obter Dele graça e misericórdia, desde que me chame em seu socorro. Infeliz… aquele que, podendo neste mundo recorrer a mim, tão boa para com todos, tão desejosa de socorrer os pecadores – descurar de me implorar…

Quando os Meus servos estilo por um triz da morte, então, Eu que lhe Sou a Rainha dileta e a eterna Mãe, acorro aos pés deles, a fim de que da minha mão recebam força e consolo”.

O Senhor Jesus a Sua Mãe Santíssima: “Minha Mãe pedi o que quiserdes: nunca Vos hei de negar coisa alguma; e fica sabendo que prometo despachar favoravelmente a todos que solicitam de mim alguma graça por Vosso amor, mesmo que sejam: pecadores, contanto que tenham o firme propósito de emendar-se”.

(Coração de Mãe cheio de bondade – Servus Mariae – Ed. Paulinas – 5ª edição, 1976 – p. 86/86)

Orações

Lembrai-vos

Lembrai-vos, ó  piedosíssima Virgem Maria, que jamais se ouviu dizer que algum daqueles que têm recorrido à vossa proteção, implorado o vosso socorro, e invocado o vosso auxilio, fosse por vós desamparado. Animado, pois, com igual confiança, a vós, ó Virgem, entre todas singular, como minha Mãe recorro; de vós me valho e, gemendo sob o peso dos meus pecados, me prostro a vossos pés.

Não desprezeis as minhas súplicas, ó Mãe do Filho de Deus humanado, mas dignai-vos ouvi-Ias propícia e alcançar-me o que vos rogo.

Amém! (São Bernardo)

Orações

Invocação à Santíssima Virgem

Alma de Maria, santificai-me.
Coração de Maria, inflamai-me.
Mãos de Maria, amparai-me.
Olhos imaculados de Maria, olhai-me.
Lábios de Maria, falai-rne.
Dores de Maria, fortalecei-me.
Ó doce Maria, atendei-me.
No Coração de Jesus, escondei-me.
Não perrnitais que de vós me afaste.
Dos meus inimigos, defendei-me.
Na hora da morte, chamai-me
e levai-me para o meu querido Jesus,
para convosco O amar e louvar
por todos os séculos dos séculos.
Amém!

Orações

Um Minuto com a Virgem

Abençoa-me, Mãe, e roga por mim sem cessar.

Afasta o pecado de mim hoje e sempre. Se tropeço, estende tua mão para mim.

Se caio cem vezes, cem vezes levanta-me. Se eu te esqueço, não te esqueças de mim.

Se me deixas, Mãe, que será de mim?

Nos perigos do mundo, assiste-me.

Quero viver e morrer debaixo do teu manto.

Quero que a minha vida te faça sorrir.

Olha-me com compaixão, não me deixes, Ó minha Mãe.
E ao fim, recebe-me e leva-me junto a ti.

Tua bênção me acompanhe hoje e sempre.

Amém!

Orações

Ó Maria

Ó Maria, aurora do mundo novo, Mãe dos viventes, confiamo-vos a causa da vida: olhai, Mãe, para o número sem fim de crianças a quem é impedido nascer, de pobres para quem se torna difícil viver, de homens e mulheres vitimas de inumana violência, de idosos e doentes assassinados pela indiferença ou por uma suposta compaixão. Fazei com que todos aqueles que crêem no vosso Filho, saibam anunciar com desassombro e amor aos homens do nosso tempo, o Evangelho da vida.

Alcançai-lhes a graça de o acolher como um dom sempre novo, a alegria de o celebrar com gratidão em toda a sua existência e a coragem para o testemunhar com laboriosa tenacidade, para construírem, juntamente com todos os homens de boa vontade, a civilização da verdade e do amor, para louvor e glória de Deus criador e amante da vida. Amém! (Papa João Paulo Il)


Artigos

A Ave-Maria e seus frutos!

O Bem-Aventurado Alano de La Roche, que era devotíssimo da Virgem Maria teve várias revelações dela e sabemos que ele confirmou a verdade destas revelações através de um solene juramento. Três delas possuem ênfase especial: a primeira, quando as pessoas não rezam a Ave Maria (a Saudação Angélica que salvou o mundo) com cuidado, ou porque elas estão entediadas, ou mesmo porque têm aversão a ela, é um sinal de que elas provavelmente e com certeza serão condenadas à punição eterna.

A segunda verdade é que aqueles que amam esta saudação divina possuem um sinal especial de predestinação.

A terceira verdade é que aqueles a quem Deus tem dado este sinal de amor à Nossa Senhora e de servi-la até a hora quando ela os colocar nos Céus através de seu Filho divino, no grau de glória que merecerem. (Bem-aventurado Alano, capítulo XI, parágrafo 2)

Os hereges, todos os que são filhos do mal e claramente possuem o selo de reprovação de Deus, têm horror à Ave-Maria. Eles ainda rezam o Pai-Nosso, mas nunca a Ave-Maria; eles prefeririam colocar uma cobra venenosa em volta de seu pescoço que um Escapulário ou carregar um Rosário.

Entre os católicos, há aqueles que carregam a marca da reprovação de Deus, menosprezando o Rosário de vinte dezenas (mesmo o terço de cinco dezenas). Estes ora não o rezam, ora rezam-no rapidamente e sem devoção.

Mesmo que se não acreditasse no que foi revelado ao Bem-aventurado Alano de la Roche, mesmo assim minha experiência bastaria para me convencer desta terrível verdade. Não sei, nem compreendo totalmente, como pode uma devoção que pareça tão pequena ser o sinal infalível da salvação eterna e como a sua ausência possa ser o sinal do desagrado eterno de Deus; não obstante nada há de mais certo.

Em nossos dias, vemos que aquelas pessoas que professam doutrinas novas, que são condenadas pela Santa Madre Igreja, podem até ser piedosas, superficialmente, mas elas  desdenham o Rosário, e geralmente elas persuadem seus conhecidos a não o rezarem, destruindo assim seu amor por ele e sua fé nele. Ao fazer isto, elas elaboram desculpas que são até plausíveis aos olhos do mundo. São cautelosas a não condenar o Rosário e o Escapulário, como os calvinistas o fazem, mas a maneira que propõem a atacá-lo é mais mortífera porque é dissimulada. Trataremos disto a seguir.

Minha Ave-Maria, meu Rosário ou meu Terço, é a minha oração e a pedra de toque seguríssima pela qual eu posso distinguir a todos os que são levados pelo Espírito de Deus e aqueles que são enganados pelo demônio. Conheci almas que pareciam voar como águias por sobre as nuvens em uma contemplação sublime e que eram, contudo miseravelmente enganadas pelo diabo. Eu só percebi o quanto estavam erradas quando descobri que desdenhavam a Ave-Maria e o Rosário consideravam muito inferior a elas.

A Ave-Maria é um abençoado orvalho que cai dos Céus sobre as almas dos predestinados. E dá-lhes uma maravilhosa fertilidade espiritual a fim de poderem crescer em todas as virtudes. Quanto mais o jardim da alma é regado por esta oração, mais iluminado se torna o intelecto desta pessoa, e mais zeloso se torna seu coração, e mais se fortalece contra seus inimigos.

A Ave-Maria é uma flecha pontiaguda e ardente que, unida à Palavre de Deus, dá ao pregador a força de penetrar, mover e converter os corações duros mesmo que ele tenha pouco ou nenhum natural dom de pregação.

Como disse antes, este foi o grande segredo que Nossa Senhora ensinou a São Domingos e ao bem-aventurado Alano a fim de que eles convertessem os hereges e os pecadores.

Santo Antonino nos conta que era este o motivo pelo qual muitos pregadores se habituaram a rezar a Ave-Maria no início de seus sermões.

Fonte: (O Segredo do Rosário – São Luís Mª Grignion de Montfort)

Artigos

As Maravilhas do SANTO ROSÁRIO

Autor: Pe. Joãozinho, SCJ


“Quem rezar o Rosário fiel e devotamente, até o fim da vida, ainda que seja grande pecador, pode crer que receberá uma corôa de glória que jamais fenecerá”.

São Luiz Maria Grignion de Monfort (1673‑1716)

 

 

“A oração é a elevação da alma a Deus ou o pedido a Deus de bens convenientes

São João Damasceno

 

 

Celestial é a origem do Santo Rosário. A Virgem Maria dignou‑se descer do Céu à Terra para ensiná‑lo a São Domingos e pedir a sua propagação, em 1206. É uma síntese da vida de Jesus Cristo e de Nossa Senhora.

A palavra Rosário origina‑se de ROSA, flor da roseira, que tem coloração variada (branca, amarela e vermelha, principalmente), aspecto belo e delicado, além de um aroma agradável, sempre alegrando os olhos e confortando o coração, deriva do latim rosarium, que significa “buquê, série de rosas, grinalda”.

A palavra Rosário também significa “Coroa de Rosas”. Todas as vezes que dizemos uma Ave-Maria é como se déssemos a Nossa Senhora uma linda rosa; com cada Rosário completo Lhe damos uma coroa de rosas. O Santo Rosário é considerado uma oração completa, porque traz em síntese toda a história da nossa salvação.

O Rosário contém 214 contas, correspondentes ao número de vinte dezenas de Ave‑Marias e vinte Pai‑Nossos para serem rezados como prática religiosa, juntamente com a contemplação dos Mistérios da Vida, Paixão, Morte e Ressurreição de CRISTO, sempre relacionando essa caminhada com a VIRGEM SANTÍSSIMA.

 

 

Os Mistérios do Santo Rosário e os dias a serem rezados

GOZOSOS às segundas e aos sábados.

LUMINOSOS às quintas-feiras

DOLOROSOS às terças e sextas-feiras

GLORIOSOS às quartas‑feiras, e aos domingos.

 

 

As Quinze Promessas da Virgem Maria aos que rezarem o Rosário

1. Aqueles que rezarem com enorme fé o Rosário receberão graças especiais.

2. Prometo minha proteção e as maiores graças aos que rezarem o Rosário.

3. O Rosário é uma arma poderosa para não ir ao inferno: destrói os vícios, diminui os pecados e nos defende das heresias.

4. Receberá a virtude e as boas obras abundarão, receberá a piedade de Deus para as almas, resgatará os corações das pessoas de seu amor terreno e vaidades, e os elevará em seu desejo pelas coisas eternas. As almas se santificarão por meio do Rosário.

5. A alma que se encomendar a mim no Rosário não perecerá.

6. Quem rezar o Rosário devotamente, e tiver os mistérios como testemunho de vida, não conhecerá a desgraça. Deus não o castigará em sua justiça, não terá uma morte violenta, e se for justo, permanecerá na graça de Deus, e terá a recompensa da vida eterna.

7. Aquele que for verdadeiro devoto do Rosário não perecerá sem os Sagrados Sacramentos.

8. Aqueles que rezarem com muita fé o Santo Rosário em vida e na hora de sua morte encontrarão a luz de Deus e a plenitude de sua graça, na hora da morte participarão do paraíso pelos méritos dos Santos.

9. Livrarei do purgatório àqueles que rezarem o Rosário devotamente.

10. As crianças devotas ao Rosário merecerão um alto grau de Glória no céu.

11. Obterão tudo o que me pedirem mediante o Rosário.

12. Aqueles que propagarem meu Rosário serão assistidos por mim em suas necessidades.

13. Meu filho concedeu‑me que todo aqueles que se encomendar a mim ao rezar o Rosário terá como intercessores toda a corte celestial em vida e na hora da morte.

14. São meus filhinhos aqueles que recitam o Rosário, e irmãos e irmãs de meu único filho, Jesus Cristo.

15. A devoção a meu Rosário é um grande sinal de profecia.

 

 

 

Bênçãos do Rosário

1. Os pecadores obtêm o perdão.

2. As almas sedentas são saciadas.

3. Os que estão atados vêem seus nós desatados.

4. Os que choram encontram alegria.

5. Os que são tentados encontram tranqüilidade.

6. Os pobres são socorridos.

7. Os religiosos são reformados.

8. Os ignorantes são instruídos.

9. Os vivos triunfam sobre a vaidade.

10. Os mortos alcançam a misericórdia por via de sufrágios.

 

 

Beneficios do Rosário

1. Nos eleva gradualmente ao perfeito conhecimento de Jesus Cristo.

2. Purifica nossas almas do pecado.

3. Permite‑nos vencer nossos inimigos.

4. Facilita‑nos a prática das virtudes.

5. Inflama‑nos do amor de Jesus Cristo.

6. Obtém‑nos de Deus toda classe de graças.

7. Proporciona a nós com o que pagar todas as nossas dívidas com Deus e com os homens.

 

As virtudes e os Mistérios do Santo Rosário

Mistérios Gozosos

1- Anunciação do Arcanjo São Gabriel aVirgem Maria (Lc 1,26‑38)

2- Visita de Maria à sua prima Isabel (Lc 1, 39 ‑56)

3- Nascimento de Jesus na gruta de Belém (Lc 2, 1‑15)

4- Apresentação de Jesus no templo, onde Maria encontra o velho Simeão  (Lc2,22‑40)

5- Jesus perdido e encontrado no templo entre os doutores (Lc 2, 41 ‑52)

 

Mistérios Luminosos

1- Batismo de Jesus por João Batista no rio Jordão (Mt3,13‑16)

2- Jesus nas bodas de Caná, quando, a pedido de sua mãe, transforma água em vinho (Jo2, 1 ‑12)

3- Jesus anunciando o reino de Deus e convidando à conversão (Mc 1,14‑15)

4- Transfiguração de Jesus no monte Tabor (Lc 9, 28 ‑36)

5- Instituição da Santa Eucaristia (Mt 26, 26 ‑29)

 

MistériosDolorosos

1- Agonia de Jesus no Jardim das Oliveiras (Mc 14,32‑42)

2- Flagelação de Jesus (Jo 18,38‑ 40; 19, 1)

3- Coroação de espinhos (Mt 27, 27‑31)

4- Jesus carregando a cruz até o Monte Calvário (Lc 23, 26‑32)

5- Crucifixão e morte de Jesus na cruz (Lc 23, 33 ‑47)

 

Mistérios Gloriosos

1- Ressurreição de Jesus Cristo, nosso Senhor (Mc 16, 1‑8)

2- Ascensão de Jesus Cristo ao céu (At 1, 4‑11)

3- Vinda do Espírito Santo sobre Nossa Senhora e os apóstolos (At 2, 1‑14)

4- Assunção de Nossa Senhora ao céu (Cor 15, 20‑23; 53-55)

5- Coroação de Nossa Senhora como Rainha do céu e da terra (Ap 12, 1‑6)

 

 

As Indulgências recebidas pelos devotos do Santo Rosário

Os fiéis, quando quer que recitem o Terço podem obter:

1.       Uma indulgência de 5 anos.

2.       Uma indulgência plenária se o fizerem nas mesmas condições, por um mês inteiro.

 

Se rezarem o Terço em companhia de outras pessoas, em público ou particular, poderão obter:

1.       Uma indulgência de 10 anos, uma vez ao dia.

2.       Uma indulgência plenária no último Domingo de cada mês, com o acréscimo da

 

Confissão, da Comunhão e da visita a uma Igreja, se fizeram tal oração pelo menos três vezes em quaisquer das semanas anteriores.

No entanto, se recitarem o Terço juntamente com um grupo de família, além da parcial indulgência de 10 anos, podem obter:

Uma indulgência plenária duas vezes por mês, se fizerem esta oração diariamente, por um mês, forem à Confissão, receberem a Comunhão e visitarem uma Igreja.

Os fiéis que cotidianamente rezam o Terço com devoção em um grupo de família, além das indulgências já concedidas no ponto 1. podem obter também uma indulgência plenária sob as condições de Confissão e Comunhão todos os sábados, em dois outros dias da semana e em todas as festas da Santíssima Virgem Maria do Calendário: Imaculada Conceição, A Purificação de Nossa Senhora, Nossa Senhora de Lourdes, Anunciação, As sete dores (Sexta‑feira Santa), A Visitação, Nossa Senhora do Carmo, Nossa Senhora das Neves, Assunção, o Coração Imaculado, Natividade de Maria, Nossa Senhora das Dores, O Santíssimo Rosário, A Maternidade de Maria, A Apresentação da Santa Virgem.

Aqueles que devotadamente rezam o Terço na presença do Santíssimo Sacramento, publicamente exposto ou mesmo guardado no Sacrário, na mesma freqüência que fazem isto podem obter:

Uma indulgência plenária, em condição de Confissão e Comunhão.

Os fiéis que em qualquer momento do ano devotamente oferecem as suas orações em honra de Nossa Senhora do Rosário, com a intenção de continuarem a fazê‑lo por 9 dias consecutivos, podem obter:

1.       Uma indulgência de 5 anos, uma vez, em qualquer dia da novena.

2.       Uma indulgência plenária na condição do término da novena.

 

Os fiéis que desejarem fazer uma prática devota em honra de Nossa Senhora do Rosário por 15 sábados ininterruptos (ou se nesses sendo impedidos, em cada domingo imediatamente seguinte) se devotadamente recitam pelo menos um Terço do Rosário ou meditam sobre os Mistérios em qualquer outro modo, podem obter:

 

1.       Uma indulgência plenária em qualquer destes 15 sábados, ou domingos correspondentes, nas mesmas condições.

 

Os fiéis que no mês de outubro recitam pelo menos um Terço, em público ou privado, podem obter:

1.       Uma indulgência de sete anos a cada dia.

 

Uma indulgência plenária, se cumprem esta prática na festa do Rosário e em toda a Oitava (oito dias seguintes), e além disso, se confessam, recebem a Comunhão e visitam uma Igreja.

Uma indulgência plenária com acréscimo de Confissão e Comunhão e visita a uma Igreja, se cumprirem esta oração do Rosário por pelo menos 10 dias depois da Oitava da festa de Nossa Senhora do Rosário.

 

Os Valores do Santo Rosário

1 ‑ É uma Oração Bíblica: O Pai‑Nosso é a oração que Jesus nos ensinou. A Ave‑Maria, na primeira parte, é a saudação que lemos no Evangelho aquela que seria escolhida para ser a Mãe de Deus (Lc 1,28‑42). O Terço repete as palavras do Evangelho. Quando o rezamos, realizamos a profecia de Maria no Magnificat: “Todas as gerações me chamarão de bendita” (Lc 1,48). Bendita sois vós entre as mulheres.

2‑ Cristo está no centro do Terço: O mais importante não é prestar atenção nas palavras. Elas apenas ajudam a mente a concentrar‑se nos momentos da vida de Cristo. Nasce. Cresce. Anuncia o Reino. Realiza a vontade do Pai. Sofre a Paixão. Vence a morte. Vive. São os mistérios da vida de Jesus. São os mistérios do Terço.

3‑ Rezar com a Igreja: Rezar o Terço é estar sintonizado com a oração de toda a Igreja. Não é oração individualista. Não é alienante. O Terço faz a gente sentir a Igreja.

4‑ Maravilhosa terapia: Se você vive cansado, se você está com insônia, se procura auxílio de calmantes, tente rezar o Terço. Ele não é tóxico e produz um efeito maravilhoso. O Terço é fonte de bênçãos e de graças. Tente e você mesmo descobrirá.

5‑ Simples e profundo: Até as crianças podem rezar o Terço e colher seus frutos. É uma oração simples. Parece que surgiu no meio do povo mais humilde. O Terço é uma oração profunda.

6‑ Escola de Oração: Precisamos aprender a rezar. Conheço muitas pessoas que não sabiam como se chegar a Deus. O Terço foi urna verdadeira escola.

7‑ Atual: Cada dia se fala de meditação. Nosso mundo agitado está começando a dar sinais de cansaço. Cresce o interesse pelos métodos orientais de oração. O Terço é de inspiração oriental. …E é cristão. Por que não ensiná‑lo às novas gerações?

8‑ Oração Libertadora: O Terço liberta porque nos põe em íntimo diálogo com o Libertador. Maria canta: “Derruba os poderosos de seus tronos e eleva os humildes” (Lc 1,52‑53). Entre um mistério e outro repetimos: “Jesus, socorrei principalmente os que mais precisarem”. É a oração preferencial pelos pobres presente no Terço.

9‑ Popular: Na cidade, ou no campo ‑ religiosos, leigos, bispos, padres, até o Papa ‑ todos têm uma simpatia especial pelo Terço. Não é a oração oficial da Igreja. Mas sempre foi rezado por toda a Igreja, principalmente pelo povo simples que encontra nele uma maneira prática de estar com Deus.

10‑ Oração cinematográfica: Enquanto repetimos as palavras, a imaginação vai criando em nossa mente o filme da vida de Cristo. Este modo de rezar é conhecido por “contemplação”.

Artigos

Salve Rainha

A Salve-Rainha antes de tudo é um reconhecimento da maternal presença de Maria em nossas vidas. Lembra-nos a experiência de Isabel quando diz donde me vem esta honra de vir a mãe de meu Senhor? (Lucas 1, 43), recorda-nos a visita do anjo na Anunciação: Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo (Lucas 1,28) e a feliz proclamação de Maria como mulher bem‑aventurada em todas as gerações.

É costume saudar ou acolher os que nos visitam, os que conhecem e também aqueles anônimos que passam por nós. Saudar é dizer a alguém: “seja bem‑vindo, venha participar da minha alegria”. É uma atitude de respeito e consideração que recebemos como herança de nossos pais.

Na vida cristã a Salve‑Rainha abre-nos as portas da história para a vinda do Messias. Maria vê a nossa miséria, está atenta aos nossos passos, socorre‑nos nas fraquezas, no desespero, na dor de cada dia. Saudamos a mãe com dignidade e elevamos um hino de gratidão por tantos benefícios alcançados por meio de sua ternura.

Damos‑lhe o título de rainha e, verdadeiramente, ela é. Na sua humilde condição, participou da história da salvação como servidora, silenciosa intercessora. O trono de Maria foi sua inteira dedicação ao Cristo presente em cada sofredor. Sua realeza não se sobrepõe ao Altíssimo, ela é criatura amada e desejada. Sua coroa é humana: varre a casa, limpa a sujeira, lava os pratos, faz a comida, lava a roupa, reza, visita os necessitados, distribui pão aos famintos, trabalha, chora, adoece, ama.

Muitas pessoas rezam a Salve‑Rainha sem dar‑lhe importância, outras se identificam tão plenamente que fazem desse momento um profundo encontro com Maria. Quem a ela se confia, vê o rosto misericordioso de Deus e não se desespera. Esta oração, se resada com fé, é um alívio e uma resposta às muitas inquietações. Ao longo do caminho, encontrei muitos exemplos de pessoas que invocam a realeza de Maria e conseguiram infinitas graças. Destaco o exemplo de minha mãe na oração do terço e diante da perda de coisas consideradas de valor, como objetos, documentos, etc. Sou testemunha de que todas as vezes que ela rezava a Salve‑Rainha inexplicavelmente recebia o que tanto buscava. Não é superstição e sim fé. Alguém transmitiu a a essa mensagem e ela passou a rezar com total dedicação e nunca lhe faltou o auxílio divino.

A Salve‑Rainha é o estímulo para as fraquezas, a confiança na impossibilidade. Ensina‑nos, mãe rainha, a amar e a servir! Vem depressa, precisamos de ti!

A Salve‑Rainha é uma das orações mais antigas e belas da Igreja. Originou‑se por volta do ano 1098 na Idade Média com um monge chamado Germano Contractus. Este homem era paralítico de nascimento e passou por inúmeros sofrimentos ao longo de sua vida. Foi em meio aos dramas de sua existência que compôs esta oração dedicada a Nossa Senhora. Ao longo deste –ano meditaremos cada uma de suas partes para rezarmos com mais fervor esta tão grande dádiva que o tempo nos presenteou.

 

Autor: Pe. Nilton César Boni – CMF